segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Adoçante natural de tâmaras (zero açúcar)

Uma ótima opção para quem não quer colocar açúcar branco refinado em uma receita, ou não pode consumir açúcar pela saúde, são as tâmaras assim como outras frutas doces, como ameixas secas, passas de uva, ou mesmo a banana madura que uso muito, principalmente quando quero adoçar a batida de frutas (aqui no interior do RS as vitaminas de frutas são chamadas de batidas).
Como a quantidade que tinha era de cerca de 120g, processei as frutas em um mini processador, junto com a água que tinha deixado as tâmaras de molho por cerca de duas horas. Você também pode usar essa pasta de tâmaras para passar no pão, na bolacha ou na preparação de uma sobremesa.

domingo, 19 de agosto de 2018

Suco de abacaxi com rejuvelac (probiótico)

Suco de um abacaxi com rejuvelac de trigo
O rejuvelac é a água da fermentação do trigo
Aqui detalhe do trigo germinado

Segundo Conceição Trucom, do site Doce Limão, "Tradicionalmente o rejuvelac é preparado a partir do grão de trigo integral previamente germinado que fica fermentado em água por um mínimo de 24 (máximo 72) horas, motivo pelo qual é um "caldo" rico em enzimas e nutrientes alquímicos, provenientes do processo de germinação/fermentação."
O rejuvelac que fiz foi com os grãos de trigo, deu muito certo, já fiz três vezes e é muito fácil. Tem um gosto de água ligeiramente azedinha. Pode ser tomado puro, mas achei que ficou muito gostoso  com o suco do abacaxi que bati no liquidificador e coei numa peneira, depois foi só acrescentar o rejuvelac, que no meu caso era o que restava em um vidro (cerca de duas xícaras).
Quero fazer o teste com outras frutas, já que essa bebida é maravilhosa para a nossa flora intestinal, responsável por nos manter saudáveis, joviais e bem humorados.
E se você consumiu antibióticos não deixe de recompor a sua flora intestinal que foi destruída pelo medicamento consumindo algum tipo de probiótico, como o rejuvelac, kefir, kombucha, iogurte e vegetais fermentados.

domingo, 5 de agosto de 2018

Bombom caseiro, vegano, sem lactose e sem glúten

Olá!!! O inverno chegou e hoje está muito frio. Resolvi, então, fazer uns bombons vegano super fáceis e muito gostosos. Usei apenas óleo de coco, cacau em pó alcalino sem açúcar e açúcar de coco.
Em relação ao açúcar você pode usar o que você gostar. Eu optei pelo de coco, porque não consumo mais açúcar branco.
A medida é 1/2 xic. (chá) de óleo de coco extravirgem, 1/2 xic. (chá) de cacau em pó alcalino e sem açúcar e açúcar a seu gosto. Eu fui dosando porque não gosto de nada muito doce. Se quiser pode colocar umas gotas de essência de baunilha.
Coloquei os bombons em uma forma de silicone que nem precisou untar e deixei cerca de 30 minutos na geladeira porque hoje está muito frio.
Uma dica para quem está em um lugar frio, derreta o óleo de coco e deixe em banho maria a vasilha enquanto vai preparando para manter a massa líquida para colocar na forma de silicone, senão vai endurecendo.
Coloquei o recheio castanha do pará grosseiramente picada, mas você pode colocar o recheio que gostar.
Fez muito sucesso aqui em casa e terminou rapidinho.
Abaixo, a forma de silicone que usei.
Aqui o vídeo em que aprendi a fazer esses bombons.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...