segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Adoçante natural de tâmaras (zero açúcar)

Uma ótima opção para quem não quer colocar açúcar branco refinado em uma receita, ou não pode consumir açúcar pela saúde, são as tâmaras assim como outras frutas doces, como ameixas secas, passas de uva, ou mesmo a banana madura que uso muito, principalmente quando quero adoçar a batida de frutas (aqui no interior do RS as vitaminas de frutas são chamadas de batidas).
Como a quantidade que tinha era de cerca de 120g, processei as frutas em um mini processador, junto com a água que tinha deixado as tâmaras de molho por cerca de duas horas. Você também pode usar essa pasta de tâmaras para passar no pão, na bolacha ou na preparação de uma sobremesa.

domingo, 19 de agosto de 2018

Suco de abacaxi com rejuvelac (probiótico)

Suco de um abacaxi com rejuvelac de trigo
O rejuvelac é a água da fermentação do trigo
Aqui detalhe do trigo germinado

Segundo Conceição Trucom, do site Doce Limão, "Tradicionalmente o rejuvelac é preparado a partir do grão de trigo integral previamente germinado que fica fermentado em água por um mínimo de 24 (máximo 72) horas, motivo pelo qual é um "caldo" rico em enzimas e nutrientes alquímicos, provenientes do processo de germinação/fermentação."
O rejuvelac que fiz foi com os grãos de trigo, deu muito certo, já fiz três vezes e é muito fácil. Tem um gosto de água ligeiramente azedinha. Pode ser tomado puro, mas achei que ficou muito gostoso  com o suco do abacaxi que bati no liquidificador e coei numa peneira, depois foi só acrescentar o rejuvelac, que no meu caso era o que restava em um vidro (cerca de duas xícaras).
Quero fazer o teste com outras frutas, já que essa bebida é maravilhosa para a nossa flora intestinal, responsável por nos manter saudáveis, joviais e bem humorados.
E se você consumiu antibióticos não deixe de recompor a sua flora intestinal que foi destruída pelo medicamento consumindo algum tipo de probiótico, como o rejuvelac, kefir, kombucha, iogurte e vegetais fermentados.

domingo, 5 de agosto de 2018

Bombom caseiro, vegano, sem lactose e sem glúten

Olá!!! O inverno chegou e hoje está muito frio. Resolvi, então, fazer uns bombons vegano super fáceis e muito gostosos. Usei apenas óleo de coco, cacau em pó alcalino sem açúcar e açúcar de coco.
Em relação ao açúcar você pode usar o que você gostar. Eu optei pelo de coco, porque não consumo mais açúcar branco.
A medida é 1/2 xic. (chá) de óleo de coco extravirgem, 1/2 xic. (chá) de cacau em pó alcalino e sem açúcar e açúcar a seu gosto. Eu fui dosando porque não gosto de nada muito doce. Se quiser pode colocar umas gotas de essência de baunilha.
Coloquei os bombons em uma forma de silicone que nem precisou untar e deixei cerca de 30 minutos na geladeira porque hoje está muito frio.
Uma dica para quem está em um lugar frio, derreta o óleo de coco e deixe em banho maria a vasilha enquanto vai preparando para manter a massa líquida para colocar na forma de silicone, senão vai endurecendo.
Coloquei o recheio castanha do pará grosseiramente picada, mas você pode colocar o recheio que gostar.
Fez muito sucesso aqui em casa e terminou rapidinho.
Abaixo, a forma de silicone que usei.
Aqui o vídeo em que aprendi a fazer esses bombons.


sexta-feira, 22 de junho de 2018

Brigadeiro de colher sem lactose, sem glúten e vegano

Tem uma frase que eu gosto muito que diz que quem se alimenta bem não precisa tomar remédio. Essa frase me acompanha desde criança. E poucas vezes precisei tomar remédio.
Anos atrás fui gradativamente mudando a minha alimentação "normal" para uma alimentação vegetariana e depois vegana. Precisei pesquisar muito e aprender sobre o valor nutricional dos alimentos. E isso é uma aprendizagem que não acaba.
Atualmente, além da alimentação vegana, tento aumentar a quantia de alimentos que não precisem ir ao fogo para manter a qualidade nutricional. Mas você não precisa ser vegetariano ou vegano para ir experimentando novos alimentos.
A receita que fiz eu "batizei" de brigadeiro de colher porque uma colega ontem estava vendendo o tradicional brigadeiro de colher e parecia bem gostoso. Então lembrei da receita de chocolate vegano que aprendi na internet no canal do Pensando ao Contrário, que é feito apenas com cacau puro, óleo de coco e um pouco de açúcar. Fiz mas sem colocar açúcar, acrescentei um pouco de coco ralado fresco e misturei nesse chocolate. Depois amassei uma banana bem madura que ajudou a dar consistência e deu o sabor doce sem precisar usar açúcar. Para ficar mais gostoso, piquei grosseiramente umas castanhas do pará. E estava pronto!
Quero dizer para vocês que normalmente não como muito doce, mas de vez em quando, com esse frio que está fazendo aqui, até cabe um sabor de chocolate.
A foto que vou colocar não condiz com o sabor que estava muito bom, mas a fotinho foi feita com o celular e não teve nenhuma preparação prévia. Na verdade, fotografei para mandar para meus filhos a foto do doce que quero fazer na próxima vez que for visitá-los.
Se vocês fizerem esse docinho e a foto de vocês ficar mais bonitinha vocês podem me enviar para eu colocar no blog?

sábado, 16 de junho de 2018

Queijo minas de leite de amendoim - frescal, cremoso, sem lactose e vegano...


Fiz esse queijinho e é bem gostoso. O meu ficou com uma consistência de passar no pão e temperei com sal e orégano desidratado. Recomendo.

Fonte: http://www.pensandoaocontrario.com.br/

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Pequeno Universo

O ser humano é um pequeno universo. Mas, temos consciência de absolutamente tudo? Podemos evoluir cada vez mais, conectados com tudo 24h por dia, o mundo inteiro acelerando cada vez mais já há tanto tempo. O que temos feito, tem um verdadeiro por que?

Fonte: Nova Acrópole Brasil Região Sul

sábado, 12 de maio de 2018

Dia das Mães são todos os dias

Desde que me tornei mãe no dia 28 de julho de 1990, em todos esses dias fui mãe e serei mãe pelo resto dos meus dias. 
Certo é que num determinado dia do ano convencionou-se ser a data dedicada às mães, mas é justamente a data que eu menos ligo. Não preciso de buquê de flores ou de presentes, porque o meu presente é saber que meus filhos estão bem, que se tornaram seres humanos íntegros e bons, que sabem enfrentar a vida e tirar dela as melhores lições para crescerem e se tornarem seres humanos melhores. Esse é o meu grande presente!
Então, se tem mulheres e mães que pensam como eu, vão saber que essa data é uma convenção, um padrão estipulado e aceito pela maioria das pessoas.
Ainda assim, um Feliz Dia das Mães para todas nós!

sábado, 7 de abril de 2018

Outono

O eterno ciclo da natureza, as estações do ano. Encerra-se o ciclo da expansão, que foi o do verão e do calor e agora estamos no período intermediário entre a expansão e o recolhimento e introspecção, que é o ciclo do inverno.
Gosto muito do outono. Fico encantada com as folhas se modificando, mesmo secas elas ainda tem vida. No chão quase ninguém observa a beleza do verde se tornando dourado e depois marrom. Parece uma pintura de tão lindas que são.
Que possamos aproveitar cada ciclo que a natureza nos proporciona e nos harmonizar com a mãe Terra!
Um grande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...