quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Organizando a casa

No post anterior tem a sugestão de um plano simples para começar a organização da casa. Agora que você criou o plano, comece por livrar-se da bagunça, do excesso de coisas que vai se acumulando e
trazendo desordem para a casa. Tenha como meta ter apenas coisas que você usa e desfaça-se de tudo aquilo que ocupa lugar.

Por onde começar
Se você começar pelo cômodo onde passa a maior parte do tempo, ficará motivado a arrumar o restante da casa. Quando escolher o cômodo, comece por arrumar a bagunça que fica visível e só depois ponha ordem nas coisas que ficam fora do campo de visão. Se você for como a maioria das pessoas, muitas vezes guardamos coisas que não tem mais utilidade para nós e que estão ocupando espaço.
Eu começo a arrumação pelo meu quarto, que é o lugar onde passo a maior parte do tempo, porque além de ser o lugar onde durmo, também é o meu local de trabalho. É onde tenho meus livros, meu material de trabalho, o notebook, tudo organizado numa estante.
Quando arrumar
Qualquer dia é bom para começar, você é quem vai determinar o melhor dia, de acordo com a rotina do teu dia a dia. Tenha em mente que a casa não ficou em desordem de uma hora para outra, e levará algum tempo para organizá-la. É bom reservar um tempo todos os dias para isso. Se você reservar uma hora por dia para essa tarefa, ajuste o despertador para tocar em uma hora e ouça as tuas músicas preferidas para a tarefa ficar mais agradável. Quando o alarme tocar e finalizar o tempo "encerre o expediente".
Gosto da ideia de fazer um pouco de cada vez todos os dias do que deixar tudo para fazer uma única vez. Já passei pela experiência ir protelando a arrumação e quando dava por conta tinha muito o que fazer,  o que causava muito desânimo.
Como arrumar
Vista uma roupa confortável, ouça suas músicas preferidas e concentre toda a atenção na tarefa.
Esforce-se, mas não exagere. Comece por um espaço específico, como um armário, uma estante ou uma mesa. Esvazie o móvel e depois classifique o seu conteúdo em cinco categorias. Junte em caixas ou sacolas com objetos da mesma categoria.
1 - Coisas que você gosta e usa que serão conservadas.
2 - Coisas que podem ser doadas.
3 - Coisas que irão para o lixo.
4 - Coisas que podem ser vendidas.
5 - Coisas que estão fora do lugar certo.

Material necessário
* Quatro caixas ou sacolas e escreva em cada uma delas: "Doar", "Jogar fora", "Vender" e "Guardar em outro Lugar".
* Caderno para anotação.
* Caneta.
* Despertador ou qualquer outro tipo de alarme.

No processo de arrumação de um cômodo, você encontrará coisas que pertencem a outros cômodos ou que estão fora do lugar. Use o caderno para fazer as anotações do que deve ser devolvido para o outro cômodo da casa.
Instale uma caixa de "achados e perdidos" para peças avulsas ou objetos incompletos que encontra pela casa. Quando terminar a arrumação verifique o que é útil nessa caixa e descarte o restante. Se durante um ano não houver necessidade de abrir a caixa, você saberá que não precisa do conteúdo e poderá desfazer-se dele.
Como a tarefa de organizar requer desapego é necessário abrir mão das coisas de que não precisa mais. Você poderá doar, vender ou jogar fora.
Na arrumação comece pelas tarefas mais fáceis. Percorra a casa com um saco de lixo dos grandes e deposite nele tudo o que tem aparência de lixo, como: catálogos e calendários velhos, remédios com data de validade vencida, ferramentas e utensílios enferrujados, pés avulsos de meias e objetos quebrados que não vale a pena consertar.

A oportunidade de doar
Tudo, de acessórios a livros ou móveis, pode ser doado. Permita-se doar tudo aquilo que não se adapta ao seu gosto. Pense em alguém que gostaria de ter o que você não quer mais, pergunte-lhe se poderia recolher o que está disposto a doar. A doação também pode ser a uma instituição de caridade. Pesquise em sua cidade os locais que poderão receber as doações.





As entidades religiosa e de assistência social e os brechós recebem roupas femininas e infantis, acessórios domésticos e brinquedos. Estes últimos também podem ser doados para os hospitais. Os livros podem ser doados para bibliotecas e sebos e os livros didáticos para prisões e escolas.

A oportunidade de vender
Os principais meios de vender artigos de segunda mão são os brechós, anúncios classificados, sites da internet e bazares improvisados entre vizinhos. Lembre-se que o que você colocar à venda deve estar em ótimo estado.
Há lojas especializadas em artigos de segunda mão,como livros, roupas e calçados. As roupas devem estar em perfeitas condições. Roupas seminovas, de marca ou de estilo clássico vendem melhor. Apresente-as lavadas, passadas e em cabides. Lembre-se que essas lojas dão preferência a roupas adequadas à estação. Se as roupas de que dispõe não servem para a época, guarde-as e espere ocasião mais apropriada.
A venda direta pode ser feita através de anúncios classificados de jornais e revistas de sua cidade.
Nessa categoria se enquadram as mobílias, máquinas ou equipamentos elétricos e computadores.
Pela internet você pode vender praticamente e tudo. No maior mercado virtual do mundo, as pessoas compram e vendem qualquer coisa.

Fonte: SMALLIN, Donna. Organize-se: soluções simples e fáceis para vencer o desafio diário da bagunça. Editora Gente.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...