"Quando se fala na sustentabilidade do planeta Terra, as pequenas mas significativas ações cotidianas de cada um, valem muito mais do que longos e evasivos discursos impregnados de proposituras que raramente são transformadas em realidade". (Prof. Zenobio Eloy Fardin)

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Por que as pessoas cansam dos blogs?


Hoje eu vou escrever sobre o que é ser uma blogueira num tempo em que os blogs não fazem mais tanto sucesso.
Um dia desses fui num site de divulgação de blogs e comecei a clicar nos links  um a um para verificar se ainda existiam. O que vi foram muitos e muitos blogs de altíssima qualidade abandonados. Eu própria no ano de 2014 quase desisti dos blogs, depois me arrependi e voltei a postar.
Se você quiser ter leitores no teu blog, terá que visitar e naturalmente comentar em muitos blogs...E falta tempo e disposição. Costumo visitar os blogs que estão dentro da minha área de interesse, ou os que me auxiliam a arrumar o blog, que me ensinam coisas que eu não sei ou que não domino. Mas em geral esses blogs não retribuem as visitas.
Acho que sou um pouco louca porque tenho várias áreas de interesse e não consegui ficar num blog só. Esse, por exemplo, é ambiental, fiz quando cursava a especialização em educação ambiental, então tem muitos textos bem interessantes que fiz durante o curso, depois comecei a postar sobre reaproveitamento de materiais, alguns objetos eram feitos por mim, outros peguei da internet (com o link do autor).
Por último comecei a postar as receitas veganas que eu fazia e fotografava. Foi muito legal, consegui manter por um tempo a motivação de fazer uma nova receita por dia, depois não deu mais.
Esse blog tem sete anos e logo, no mês de março, completará oito anos. Foi um blog que foi se modificando, se adaptando aos novos tempos, adquirindo uma roupagem nova. Mas é um blog que não recebe muitas visitas, talvez porque eu visite pouco outros blogs.
O blog Amor aos Animais tem a mesma idade do Ambiente de Luz, só que foi criado um mês antes. Nele eu queria falar sobre animais,  colocar dicas e principalmente as leis de proteção aos animais. Mas esse é um blog que praticamente não recebe visitas. Então para mim é uma espécie de arquivo onde eu e todas as pessoas que quiserem podem recorrer. Eu tenho muito carinho por esse blog.
Mas o que me surpreendeu mesmo foi um fato que aconteceu num blog que criei em 2012 para colocar os exercícios que aplicava em sala de aula quando tinha o ensino fundamental, o Regininha - Atividades Escolares. Quando eu me aposentei em 2014 e deixei de dar aula no ensino fundamental eu abandonei o blog, fiquei um ano sem postar absolutamente nada e o blog continuou a receber muitas  visitas...E o blog que eu dava mais atenção recebia poucas visitas. O que eu fiz de certo ou errado?
O último blog que fiz foi para ir passando as receitas que tinha feito e postado aqui no Ambiente de Luz para um blog específico só de receitas e textos sobre veganismo, mas não sei quanto tempo ele vai durar...
Depois de ver tantos blogs incríveis e de altíssima qualidade pararem me dá uma pontinha de tristeza. Eu fico pensando, por que não descobri esses blogs antes, como teria sido legal interagir com aquela pessoa tão bacana. Vi muito isso com blogs que tratam sobre animais.
O que eu percebi é que as pessoas cansam quando uma coisa que foi criada para ser algo divertido, leve, passa a ser uma obrigação, ter que fazer isso ou aquilo para ter leitores, cumprir essa e aquela regra para ser um blog de "sucesso". Acho isso tudo muito cansativo. Quero postar quando estiver motivada e não por obrigação. Quando não estiver motivada o suficiente eu paro e deixo esse blog com o conteúdo para consultas. Mas pretendo comemorar o aniversário  de oito anos em março.

sábado, 26 de dezembro de 2015

Caixinhas de presente


O natal já passou, mas sempre teremos um aniversário para presentear alguém que gostamos. Essas caixinhas delicadas podem ser feitas reaproveitando cartolinas e papeis de presente. Já fiz caixinhas parecidas com essas reaproveitando os rolinhos de papel higiênico. Também poderá fazer com garrafa pet, aí teremos caixinhas transparentes. O importante é aproveitar a ideia.




O vídeo abaixo ensina o passo a passo.
Fonte: http://ecoinventos.com/una-caja-regalo-casera/

Temos também as caixinhas feitas com o rolinho de papel higiênico, que são muito simples. Eu já fiz muitas, mas nunca lembrei de fotografar.

Fonte: http://arartes-artedaana.blogspot.com.br/2011_09_01_archive.html
http://www.pragentemiuda.org/2015/03/caixinhas-com-rolo-de-papel-higienico-para-pascoa.html
http://bluetenstempel.blogspot.com.br/2013/02/konnen-diese-augen-lugen.html?showComment=1361090130808
http://addicted2fashion.org/2013/11/24/cardboard-tube-pillow-boxes/

Bala de banana

Gosto muito de bala de banana, mas só de vez em quando porque acho muito doce. Não sei se diminuindo o açúcar vai dar o mesmo efeito. Mas bala de banana é uma delícia!!!

Ingredientes
2 colheres (sopa) de suco de limão
800 gramas de açúcar (uso o mascavo)
1 quilo de banana
Modo de Preparar
Descascar as bananas e cortar em fatias finas, levar ao fogo com o açúcar e o suco de limão. Deixar apurar até aparecer o fundo da panela. Colocar em um prato untado com óleo, deixar esfriar, fazer as balas e enrole em papel celofane.
Fonte: http://www.noteaqui.com/receita-de-bala-de-banana-veja-aqui-como-preparar/

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Reaproveitamento de potes de margarina

Eu não consumo margarina faz muitos anos, mas a minha irmã e outras pessoas da família consomem, de modo que sempre tem potes de margarina para serem reaproveitados. Ideias na internet tem muitas, o difícil é selecionar algumas poucas para fazer essa postagem. A minha seleção vai ser feita pela beleza e facilidade de ser feita.
Essa ideia foi desenvolvida pela Lucy Ribas, do Show de Artesanato, que são potes decorados com corujinhas, que servem para guardar medicamentos, bijuterias, maquiagem, higiene pessoal, enfim, você pode guardar o que quiser nesses potes decorados, basta trocar a etiqueta que identifica o pote.

Materiais
– Mini pregadores
– Caneta permanente preta
– Régua
– Tesoura (normal e decorativa se tiver)
– E.V.A. nas cores desejadas
– Tecido (retalhos)
– Cola quente ou cola instantânea
– Pote de margarina
– Bola de isopor 50 mm
No vídeo tem as explicações de como decorar os potes de margarina.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

6 perguntas para um consumo consciente


Esse texto faz parte da Blogagem Coletiva sobre Consumo Consciente organizada pela Sam Shiraishi.
Fazer essas perguntas para você mesmo(a) antes de uma compra é uma forma de evitar o consumo por compulsão. Quantas vezes você comprou uma roupa que nunca usou, um livro que nunca leu, um produto novo quando o velho ainda estava em condições de uso? Essas questões me levou a uma reflexão e eu lembrei das tantas compras que fiz sem refletir se realmente necessitava daquilo. Hoje eu aprendi a lição, não faço mais compras sem refletir.
1 - "Eu preciso deste produto?" - Esta é a principal pergunta que devemos fazer para um consumo consciente. Afinal, quantas vezes compramos coisas que não precisamos? Um livro que não iremos ler, uma calça igual às outras tantas, um gadget novo ou um penduricalho em promoção. Muitas vezes compramos por comprar e às vezes só precisamos pensar um pouquinho para desistir. Afinal, comprar um notebook novo quando o antigo ainda serve muito bem não combina com um mundo mais sustentável.
2 - "Como este produto é feito?" - usa-se muita energia, água, matéria-prima, gera-se resíduos tóxicos ou desperdiça-se? Vem de países que usam mão-de-obra infantil ou escrava, que não permitem a liberdade de expressão? É produzido localmente? Explora produtores locais pagando-se preços irrisórios para aumentar a margem dos lucros? Muitas vezes a resposta de uma dessas perguntas é o suficiente para deixar de comprar o produto. Outras vezes o consumo é inevitável mas pelo menos sabe-se exatamente o custo ambiental e social de sua escolha.
3 - "Eu preciso de tantos?" - Muitas vezes exageramos na dose e compramos mais do que precisamos. Um pacote gigante de pão, mais bananas que podemos comer, canetas que nunca serão usadas ou roupas que ficarão encostadas.
4- "Existem alternativas?" - Procurar soluções alternativas pode evitar o consumo exagerado de produtos. Será que é possível usar fraldas reutilizáveis? Usar baterias recarregáveis é melhor que comprar baterias novas. Canecas de plástico substituem plásticos descartáveis. Livros e roupas usadas podem ser tão bons quantos novos. Se queremos viver em um mundo diferente, precisamos começar a procurar soluções diferentes para velhos problemas.
5- "Quanto vai durar este produto?" - checar a validade dos produtos para evitar ter que jogá-los fora sem consumi-los. Comprar roupas de tecidos melhores para evitar ter que comprar roupas novas. Pagar por um computador mais robusto e com configurações melhores para não ter que trocar no ano que vem. Ao se consumir, deve-se pensar no longo prazo e não somente nas necessidades imediatas.
6- "Como este produto é eliminado?" - como irei jogar fora este produto? Ele é reciclável, precisa de alguma providência especial? Se estou substituindo um produto, onde irei jogar o produto antigo? Esta pergunta que nos faz optar por papel no lugar de plástico, evitar comprar produtos embalados ou mesmo baterias novas.
No final das contas, o consumo consciente é o consumo mínimo. 
Que outras perguntas devemos fazer ao comprar um produto?

Fonte: Brontossauros em meu jardim

domingo, 20 de dezembro de 2015

Sacola de praia feita de garrafa plástica

A criatividade do ser humano não tem limite. A artesã espanhola Rosa Montesa criou uma sacola de praia feita com garrafas plásticas azuis e corda. O efeito ficou muito bonito e vocês poderão acompanhar pelo vídeo como se faz essa bonita e prática sacola de praia com material que iria para o lixo.
.
Acompanhe o passo a passo através das fotos.

Assista ao vídeo com o tutorial

Fonte: Manualidades Facilisimo

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Árvores de natal feitas com galhos

Linda árvore de natal feita com o reaproveitamento de galhos que normalmente iriam para o lixo. O simples é lindo! Não precisa nem de acessórios.


Aqui outra ideia de árvore de natal feita de galhos. Você terá que fazer um furo no centro de cada galho e introduzir um arame grosso para dar suporte. Agrupe os galhos do menor ao maior dando o formato triangular de árvore.
 Uma cerâmica branca simples e um galho de árvore pintado de branco já se transformam numa árvore de natal.
Outra maneira criativa de usar galhos é essa árvore de natal pendurada com pisca-pisca.
Um galho de árvore de cabeça para baixo afixado na parede cria uma elegante árvore de natal.
Um galho, luzinhas e estrelas de papel e aqui temos outra árvore de natal.
Os galhos aqui foram agrupados formando uma espécie de escada e decorados com enfeites de natal.
Os galhos afixados na parede de acordo com o tamanho ficam na forma de uma árvore de natal muito bonita.
Aqui a ideia é usar galhos secos e pequenas pinhas. O efeito é muito delicado.

Fonte: BuzzFreedCommunity

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Panetone vegano

O natal está próximo e um dos alimentos mais consumidos nessa época é o panetone. Segundo matéria da revista Exame, o tradicional pão amplamente consumido no Brasil teria surgido por erro de padeiro. Conta a lenda que o assistente de padeiro Toni, na Itália, depois de muitas horas de trabalho, exausto, precisava colocar uma fornada de pão para assar e ainda tinha que preparar uma torta. Toni se confundiu e colocou as uvas passas da torta na massa do pão. Tentando salvar a situação, jogou ovos, manteiga e os demais ingredientes do recheio da torta nessa massa de pão e assou.Entregou o pão para o patrão. Durante a ceia de natal de seu chefe essa receita fez o maior sucesso e recebeu o nome de "Pão do Toni", que acabou virando panetone.
A receita que apresento para vocês não vai leite, manteiga e ovos, como na receita tradicional, mas não fica devendo nada à receita tradicional. Experimente!
Ingredientes para a massa:
- 1 kg. de farinha de trigo
- 2 xícaras de açúcar (pode ser mascavo)
- 1/2 xícara de óleo vegetal
- 1 pitada de sal
- raspa e suco de 3 laranjas
- 100g. de fermento biológico fresco
Opções para o recheio:
- frutas cristalizadas ou
- frutas secas como damasco, uvas passas, coco, nozes ou outras castanhas a gosto ou
- chocolate sem lactose picado
Modo de preparo:
Em uma xícara, misture o fermento fresco com 1 colher de sal e 1 colher de açúcar, vai virar um líquido; reserve. Em vasilhame grande, misture 100g. da farinha de trigo com esse fermento, coloque um pouco de água também para formar uma massa tipo esponjosa, misture bem e cubra com um pano, deixe crescer por 20 minutos.
Misture a essa massa esponjosa (que deverá ter crescido bastante) o restante da farinha de trigo, açúcar, óleo, sal, raspas e suco de laranja, se necessário acrescente mais água até a massa ficar moldável e macia. Misture bem, por último coloque o recheio escolhido, cubra novamente com o pano e aguarde mais 20 minutos.
Separe 4 fôrmas para panetone de 500g. Divida a massa em 4 porções iguais, não rasgue a massa na mão, corte com espátula e coloque em cada forminha, o ideal é passar um pouco da metade da forminha. Deixe crescer até dobrar de tamanho.
Assim que estiver bem crescido, aproximadamente 1-2 horas, leve ao forno para assar na temperatura média por 40 minutos mais ou menos.
Caso queira, decore com creme quente feito de chocolate picado e leite de coco, ou outra cobertura a gosto.

Fonte: Shakti Yoga
Imagem: Vegan Dad

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

14 maneiras de utilizar as cascas de laranja

As cascas de laranja têm muitos benefícios que precisamos conhecer antes de descartá-las. Elas podem ser usadas como solução bactericida na limpeza da casa, na culinária, perfumando as receitas e resultando em ótimos doces. Pode ser usada também como repelente de mosquitos e desodorizador de ambientes. Abaixo algumas das inúmeras utilidades da casca da laranja.
1 - Raspas de casca de laranja são excelentes para perfumar e dar um leve toque picante às suas receitas.
2 - Colocar cascas de laranja no açúcar ajuda a tirar a umidade.
3 - Cascas de laranja secas são usadas pra iniciar o fogo numa lareira e ainda por cima perfumam o ambiente enquanto queimam.
4 - As cascas de laranja podem virar um doce de cascas cristalizadas.
Receita AQUI.
5 - A infusão das cascas de laranja no azeite é ótimo para saladas.
6 - Cascas de laranja fervida também dão um ótimo chá.
7 - Ferver cascas de laranja com canela perfuma o ar.
8 - Casca de laranja no aparelho elétrico afasta os mosquitos e perfuma o ar.
9 - Casca de laranja e vinagre é um ótimo desinfetante bactericida, que limpa e perfuma.
10 - Você pode fazer vela orgânica temporária pegando metade de uma laranja, retirar o gomo e acrescentar óleo.
11 - Você pode fazer um desodorizador de geladeira se pegar metade de uma laranja, retirar os gomos da fruta, encher de sal e colocar numa tigela pequena e mantê-lo na geladeira.
12 - O óleo extraído da casca de laranja pode ajudar a combater os sintomas de ansiedade e depressão.
13 - Você pode fazer um defumador de ambiente colocando numa bacia de metal cascas de laranja seca, um punhado de açúcar e um pouquinho de álcool. Acender o fogo das casquinhas e deixar queimar. A fumaça da casca de laranja junto com o açúcar queimado deixa um perfume delicioso na casa.
14 - Você pode fazer rosas com a casca de laranja.
Fonte: http://thesproutingseed.com/30-ways-to-use-orange-peels/

sábado, 12 de dezembro de 2015

10 ideias de organização com material reciclado

Tentar ajeitar a bagunça da casa é uma tarefa bem difícil por causa do excesso de objetos que acumulamos. Então, a ideia hoje é reaproveitar materiais e fazer organizadores para facilitar na hora de encontrar o que procuramos e ao mesmo tempo ajudar o planeta dando uma nova função a objetos que iriam para o lixo.
Porta trecos de lata

Para guardar material escolar.
Sapateiras sem uso pode ter uma nova função.
Outro porta trecos de lata.
Outra ideia de organização com latas.
Aqui um organizador feito com canos.
Janelas e portas podem ter uma nova função.
Se afixar a tampa do pote terá maior aproveitamento do espaço embaixo da estante.
.A louça também pode ter uma nova função.
Aqui a organização é feito com latas de biscoitos.
Fonte: Imagens da internet.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Biscoito integral


Esse biscoito me lembra afeto, carinho, café da manhã num dia de sol, abraço de avó...É delicioso e o sabor do coco misturado com os outros ingredientes me remeteu ao passado. Por isso pensei que esses biscoitinhos vão fazer alguém muito feliz se forem presenteados numa linda embalagem feita de material reaproveitado. Pensei em fazer umas caixinhas de garrafa pet e aí colocar os biscoitinhos e presentear as pessoas que quero bem,
A receita é do livro "Cozinhando sem crueldade", de Ana Maria Curcelli.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Organizador de toalhas ou papel higiênico

Organizador das toalhas do banheiro
Belíssimo trabalho feito para reaproveitar latas de leite em pó, um porta toalha que organiza o banheiro. Pode ser usado para guardar papel higiênico ou qualquer outra coisa que você queira organizar. Essa mesma ideia pode ser usada em outras partes da casa, como cozinha, sala, quartos. Usando a criatividade podemos reaproveitar muito material que normalmente iria para o lixo, como essas latas.

Porta toalha de rosto ou Papel higiênico
Material
• Base acrílica para artesanato
• Termolina leitosa
• Primer 7 x 1
•  Tinta para Artesanato nas cores branca, neve, pele, camurça e verde-natural e  Hidro laca fosca
• 20 metros de viés de 13 mm xadrez vermelho
• Pincéis
• Lixa Dupla
• Rolinho de espuma
• Tecido de algodão floral
• Cola pano,
• Tesoura
• 6 latas de Neston ou leite em pó

• Recorte de MDF de 43 x 58 cm com 1 cm de espessura
• Furadeira ou martelo e prego
• Buchas e parafusos com porcas
• Alicate
• Estêncil de rosa
• Cola quente
PASSO A PASSO
Lave bem as latas, se necessário, acerte as rebarbas da parte interna da lata com um martelo. Com o pince aplique duas demãos de primer em toda a lata, intercalando secagem. Com o mesmo pincel, dê uma demão de branco e aguarde nova secagem. Ainda com o pincel dê uma demão de tinta pele.

Com o pincel, aplique termolina leitosa no contorno das flores do tecido. Aguarde a secagem e recorte as flores.
Com o pincel, aplique cola pano no avesso do recorte de tecido e, em seguida, fixe-o na lata.

Com o pincel e uma pequena quantidade de tinta camurça, sombreie as laterais do recorte. Posicione o estêncil aleatoriamente na lateral da lata e, com a mesma tinta e o pincel, dê leves batidinhas para preencher as aberturas e formar algumas flores. Retire o estêncil e limpe-o.


Para impermeabilizar, com o pincel aplique hidro laca fosca sobre toda a lata. Aguarde a secagem por 40 minutos. Aplique cola pano em um dos lados do viés e, em seguida, fixe-o em toda a borda superior da lata, dando acabamento também na parte interna. Recorte o excesso de viés com a tesoura. Repita o processo para decorar todas as latas.

Com o pincel , dê uma demão de base acrílica em toda a placa de MDF. Utilize o rolinho para alisar e aguarde a secagem por 20 minutos. Com o mesmo pincel, dê uma demão da tinta pele no suporte. Aguarde a secagem por 20 minutos. Se tiver necessidade, alise a peça com a lixa . Com o rolinho, dê uma demão de hidro laca fosca em toda a peça. Aguarde a secagem natural por 20 minutos.
Fonte: Ideias&Artes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...