quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Impactos Ambientais - questões de vestibulares


1) (UEMG) Observe a tirinha seguinte:
Calvin e Haroldo 4/9/2008
Em relação ao efeito estufa, observe as seguintes proposições:
I. É um fenômeno provocado pela ação antropogênica e que causa apenas malefícios ao nosso planeta.
II. O fenômeno provoca o aumento da temperatura média atmosférica como resultado do acúmulo de gás carbônico e outros gases.
III. A queima de combustíveis fósseis não emite gases estufa.
IV. A absorção e consequente irradiação na faixa do infravermelho pelo gás carbônico provoca
um aumento na temperatura atmosférica. Com base na sua observação, estão CORRETAS as proposições
a) I e II
b) III e IV
c) I e III
d) II e IV

2) (UFBA) A antiga lenda grega de Pandora e da caixa que abriu libertando as pragas e desastres é um mito que podemos evocar na atualidade. Dessa forma, em uma aplicação do mito da caixa de Pandora, o desenvolvimento técnico-científico, médico e militar atual parece ter desencadeado forças de consequências perigosas que se voltam contra nós.
Já temos sinais evidentes de advertência dados pelo ambiente global: terras cultiváveis estão sendo envenenadas por produtos químicos, o ar das grandes cidades é perigoso para respirar; florestas são derrubadas, rios e lagos estão cada vez mais poluídos por despejos de resíduos químicos. As vastas quantidades de poluentes que entram no oceano, quase um milhão de substâncias tóxicas, estão envenenando a vida marinha, especialmente as diatomáceas que absorvem o dióxido de carbono e produzem oxigênio.

(MORAES, 2011, p. 168).
Com base nas informações do texto e nos conhecimentos sobre os grandes problemas ambientais ocorridos no mundo contemporâneo, pode-se afirmar:
(01) O assoreamento dos rios e das nascentes é um problema causado pela perda do solo, pois a remoção da mata ciliar faz com que as águas pluviais carreguem maior quantidade de sedimentos para os leitos fluviais, reduzindo, assim, a vazão e a profundidade dos canais de drenagem.
(02) A poluição do ar nas grandes cidades localizadas em fundo de vales, como a cidade do México, agrava-se substancialmente, sobretudo durante o verão, uma vez que o ar mais aquecido favorece o aprisionamento dos poluentes em suspensão, concentrando-os nos níveis mais altos da atmosfera.
(04) O Mar de Aral, localizado no extremo norte da Ásia, representa, na atualidade, um símbolo de preservação ambiental, no tocante ao uso de suas águas, pois conseguiu manter, ao longo das últimas décadas, a extensão original de sua área geográfica, sem alterar a salinidade.
(08) A silvicultura representa um agente modificador das florestas tropicais, uma vez que essa atividade substitui a mata original por outros tipos de árvores plantadas de forma homogênea, visando a atender, dentre outras, a produção de celulose.
(16) Os grandes centros urbanos vêm apresentando, cada vez mais, uma redução das áreas verdes e um contínuo aumento da permeabilidade dos solos, dificultando o escoamento superficial e ocasionando uma diminuição do lençol subterrâneo.
(32) Os oceanos recebem uma quantidade muito grande de poluentes, sobretudo nas desembocaduras dos canais fluviais, seja por descarga deliberada e transportada, seja por condições de arraste natural ou, ainda, por canais efluentes, comprometendo a qualidade das praias e a estrutura dos corais.
(64) O processo de desertificação que vem se alastrando no sudeste do Rio Grande do Sul advém de fatores climáticos associados ao uso intensivo do solo agrícola para produção de cereais, em terrenos de estrutura geológica cristalina, gerando uma verdadeira degradação ambiental denominada de “arenização”.

Resposta: 01+08+32 = 41

3) (UFPA) A busca descontrolada do crescimento econômico pelas sociedades contemporâneas tem gerado o agravamento dos problemas socioambientais no planeta. Sobre esses impactos é correto afirmar que:
a) a proteção das águas dos rios, em áreas florestais, tem contribuído para o crescimento do uso irracional e aumento da poluição de seus recursos hídricos.
b) o incentivo à redução do desmatamento intensifica a preservação das espécies vegetais, em áreas de floresta, e, ao mesmo tempo, combate o aquecimento global.
c) o crescimento da pecuária, nas pradarias e nas savanas tropicais, contribui para a implantação de programas de preservação de organismos vivos de todas as origens.
d) as políticas e as práticas para o desenvolvimento sustentável alteram a composição atmosférica e intensificam o desaparecimento de corredores de biodiversidade no planeta.
e) o processo de desertificação no planeta, intensificado pelas atividades econômicas, preserva os cursos de água e a vegetação ribeirinha presente nas estepes tropicais.



4) (UNIFOR) TERRA, NOSSO LAR. A humanidade é parte de um vasto universo em evolução. A Terra, nosso lar, é viva como uma comunidade de vida incomparável. As forças da natureza fazem da existência uma aventura exigente e incerta, mas a Terra providenciou as condições essenciais para a evolução da vida. A capacidade de recuperação da comunidade de vida e o bem- estar da humanidade dependem da preservação de uma biosfera saudável com todos seus sistemas ecológicos, uma rica variedade de plantas e animais, solos férteis, águas puras e ar limpo. O meio ambiente global com seus recursos finitos é uma preocupação comum de todos os povos. A proteção da vitalidade, diversidade e beleza da Terra são um dever sagrado.
(Trecho do preâmbulo da Carta da Terra, disponível em:http://www.sema.pr.gov.br/modules/conteudo/ conteudo.php?conteudo=183).
Em 22 de abril de 1970, o Senador norte- americano, Gaylord Nelson, convocou o primeiro protesto nacional contra a poluição. Mais de 20 milhões de pessoas nos Estados Unidos preocupados com a visível degradação planetária engajaram-se ao movimento. A partir de 1990, o Dia da Terra passou a ser adotado em vários países, tornando-se evento internacional. A comemoração do Dia da Terra é uma forma de chamar a atenção da população mundial para:
I) a necessidade urgente da preservação e recuperação dos recursos naturais.
II) a motivação da sociedade global para a urgência do desafio da sustentabilidade planetária.
III) a falta de necessidade de se considerar os efeitos da poluição industrial, mas sim as suas causas.
Está correto, apenas, o que se afirma em:
a) I
b) II
c) III
d) I e II
e) I e III

5)  (IFBA) Mostrengo enviado para punir o povo de Tebas por ter afrontado os deuses, a Esfinge tinha cabeça e seios de mulher, corpo e patas de leoa, e asas de águia. Instalada às portas da cidade, ela exigia que seus melhores jovens a enfrentassem. Todos eram impiedosamente trucidados porque não conseguiam responder ao enigma que ela lhes propunha. Desgraça que só terminou quando apareceu um esperto rapaz, vindo de Corinto e chamado Édipo. Ele matou a charada, provocando o suicídio da fera. O resto da lenda é bem conhecido.
Pois bem, o “desenvolvimento sustentável” também é um enigma à espera do seu Édipo [....] .
VEIGA, José Eli da. Desenvolvimento Sustentável: o desafio do século XXI. 3a edição. Rio de Janeiro: Garamond, 2008, p.3.
O desenvolvimento sustentável se define de forma enigmática por constituir-se enquanto o desafio do Século XXI. Nesta perspectiva, pode-se afirmar:
a) A privatização da água proposta pelo Banco Mundial é uma medida de uso e apropriação racional da natureza com vistas à sustentabilidade socioeconômica e ambiental.
b) Os conflitos socioambientais evidenciam as contradições da relação estabelecida entre a sociedade e a natureza no modelo de desenvolvimento capitalista.
c) O Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), proposto pelo governo federal, tem como projeto estruturante a criação de reservas e parques nacionais para a promoção do desenvolvimento sustentável na Amazônia.
d) A regulação da biodiversidade pela Organização das Nações Unidas (ONU), enquanto patrimônio da humanidade, vem garantindo o cumprimento legal da política ambiental brasileira.
e) A conservação natural dos ecossistemas terrestres para a reprodução social da vida torna evidente o desenvolvimento sustentável no capitalismo.

6) (UNEAL) O conceito de Desenvolvimento Sustentável parte do princípio de que

a) para sustentar o consumo da população mundial, a destruição do meio ambiente deveria ser contida nos países pobres.
b) o atendimento às necessidades básicas das populações, no presente, não deve comprometer os padrões de vida das gerações futuras.
c) o padrão básico de vida populacional tem esgotado os recursos naturais e a alternativa seria rever o modo de viver nas grandes cidades.
d) o desenvolvimento industrial deve diminuir, adaptando um novo modo de vida às gerações atuais e otimizando o uso de produtos artesanais.
e) a diminuição da retirada de recursos naturais renováveis e não renováveis buscam estabelecer novas formas de convívio com o meio agropecuário.

7) (UEPB) Sobre a globalização dos problemas ambientais é correto afirmar:


I - Após a Revolução Industrial, a Natureza passou a ser vista como uma fonte de recursos econômicos a ser explorada por meio de instrumentos cada vez mais sofisticados, criados pela ciência e pela tecnologia. Nesse processo, o meio ambiente foi submetido a uma contínua devastação, pondo em risco o equilíbrio do planeta e afetando a vida de toda a humanidade.
II - Nas últimas décadas do seculo XX, com o agravamento dos problemas ambientais, a sociedade se mobilizou para deter os efeitos nocivos das atividades econômicas, predatórias e poluentes.
III - Os grupos ecológicos se multiplicaram e a pressão social resultou na aprovação pelos poderes públicos de leis de proteção ao meio ambiente.
IV - No âmbito internacional, a preservação do meio ambiente passou a constituir elemento importante de um país para negociar a comercialização de seus produtos e recebimento de empréstimos.

Está(ão) correta(s)
a) Apenas a proposição I
bTodas as proposições
c) Apenas as proposições II e IV
d) Apenas as proposições I e II
e) Apenas as proposições I e III

8) (UFOP) Na atualidade, proteger o meio ambiente consiste em assumir atitudes cotidianas, pessoais e coletivas. Assinale a medida que NÃO está de acordo com essa assertiva.

a) Coleta seletiva de lixo urbano e ampliação da rede de coleta de esgotos urbanos e das estações de tratamento.
bImplantação de indústrias de reciclagem nas áreas de preservação natural com o objetivo de gerar mais recursos econômicos.
c) Industrialização do lixo orgânico e dos resíduos de papel, metais, plásticos, vidros e outros produtos similares.
d) Aprimoramento das técnicas de manejo agrícola, considerando-se as características do solo e do clima, com o objetivo de atenuar os processos erosivos.

9) Todas as alternativas apresentam conseqüências ambientais das alterações provocadas pelo homem na camada de ozônio, EXCETO
a) Alteração do espectro solar incidente na superfície.
b) Aumento da incidência de doenças de pele e câncer no homem.
c) Aumento da intensidade de radiação solar incidente na superfície.
d) Intensificação do efeito estufa na atmosfera terrestre.
e) Ocorrência de impactos negativos sobre a fauna e a flora.



10) Sobre o desenvolvimento sustentável NÃO é correto afirmar que:
a) o discurso dos países centrais tem um caráter contraditório pois países como o Japão têm-se livrado de indústrias poluidoras transferindo-as para países periféricos.
b) para alguns, poderá transformar-se em um argumento para a elevação de tarifas o boicotes protecionistas de ameaçados por produtos provenientes de países que não o meio ambiente.
c) para seus defensores não basta produzir bens para crescer; é necessário que essa produção não implique a geração de inúmeros impactos ambientais.
d) é uma forma de custo industrial que os países ricos querem impor ao resto do mundo, uma vez que não conseguem produzir bens em quantidade e com a qualidade necessárias.
e) implica a reformulação dos processos produtivos dos complexos industriais, com vistas à substituição de tecnologias "duras, sujas e pesadas" por tecnologias "suaves, limpas e leves".


11) O aumento significativo da produção de alimentos é o resultado da modernização do campo e da introdução de novas técnicas agrícolas, principalmente no mundo desenvolvido onde é maior o nível de capitalização e onde são utilizadas as mais avançadas tecnologias. No entanto esta revolução vem provocando uma série de impactos ambientais em ecossistemas agrícolas.
(Adaptado de SENE, Eustáquio. MOREIRA, João C. "Espaço Geográfico e Globalização". São Paulo: Ed. Scipione, 1998.)


Dentre as explicações para esses impactos ambientais, temos:

1. o plantio de uma única espécie, em grandes extensões de terra, causa desequilíbrios nas cadeias alimentares pré-existentes, favorecendo a proliferação de pragas;
2. os cortes feitos nas encostas das montanhas, para a formação de degraus, onde são feitos cultivos, provocam um revolvimento dos solos, o que facilita o transporte dos nutrientes pelas águas das chuvas;
3. a maciça utilização de agrotóxicos provoca a proliferação de linhagens resistentes, forçando o uso de pesticidas cada vez mais potentes, o que causa danos tanto aos trabalhadores que os manuseiam quanto aos consumidores de alimentos contaminados;
4. a utilização indiscriminada de agrotóxicos acelera a contaminação do solo e seu empobrecimento, ao impedir a proliferação de micro-organismos fundamentais para sua fertilidade.


Estão corretas as afirmativas:
a) 1 e 2.
b) 1 e 3.
c) 1, 2 e 3.
d) 1, 3 e 4.
e) 1, 2, 3 e 4.


12) Entre os impactos ambientais que a poluição atmosférica dos grandes centros urbanos causa, estão as chuvas ácidas, cuja formação é:
a) provocada pela reação química que se processa entre os gases poluentes e a umidade presente na atmosfera.
b) conseqüência do fenômeno da inversão térmica que determina uma retenção de ar quente próximo à superfície, provocando chuvas carregadas de poluentes.
c) conseqüência do aumento do "buraco de ozônio" na alta atmosfera, o que tem facilitado a formação de chuvas.
d) restrita às áreas com indústrias fabricantes de ácidos que eliminam umidade contaminada por agentes químicos, a qual se precipita como chuva artificial.
e) dependente da influência das ilhas de calor, pois o aumento de temperatura é o único elemento que determina a mudança de PH das chuvas, tornando-as ácidas.


Fonte:  Geo - Conceição, Geografia para todos, Professor.bio.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Liga das florestas