sexta-feira, 25 de junho de 2010

Permacultura

     
A primeira vez que ouvi o termo permacultura foi há bem pouco tempo atrás, há cerca de dois anos  quando fazia a minha pós-graduação em educação ambiental. Confesso que o assunto despertou muito a minha curiosidade e a vontade de saber mais. Pensei até em fazer a monografia voltada para o assunto, mas depois acabei optando por outro tema porque os meus conhecimentos eram muito limitados para fazer um bom trabalho.
    
Segundo a Wikipédia, a permacultura é um método holístico para planejar, atualizar e manter sistemas de escala humana (jardins, vilas, aldeias e comunidades) ambientalmente sustentáveis, socialmente justos e financeiramente viáveis.
    
Foi criada pelos ecologistas australianos Bill Mollison e David Holmgren, na década de 1970. O termo veio de permanent agriculture (agricultura permanente), e mais tarde passou a significar permanent culture (cultura permanente). A sustentabilidade ecológica, que era a ideia inicial, estendeu-se para a sustentabilidade dos assentamentos humanos.
    
Segundo a rede Permear, para tornar o conceito mais claro, pode-se acrescentar que a Permacultura oferece as ferramentas para o planejamento, a implantação e a manutenção de ecossistemas cultivados no campo e nas cidades, de modo a que eles tenham a diversidade, a estabilidade e a resistência dos ecossistemas naturais. Alimento saudável, habitação e energia devem ser providos de forma sustentável para criar culturas permanentes.
    
De acordo com o IPEMA (Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica), a Permacultura trata as plantas, animais, construções, infraestruturas (água, energia, comunicações) não apenas como elementos isolados, mas como sendo todos parte de um grande sistema intrinsecamente relacionado.
     Princípios da Permacultura:
     1) Cuidado com o planeta
     2) Cuidado com as pessoas
     3) Compartilhar excedentes (inclusive conhecimentos)
     4) Limites ao consumo

Fonte: Wikipédia, Rede Permear, IPEMA, Grupo de Permacultura da UFSC
Imagem: Juliano Riciardi

Um comentário:

Diêgo Lôbo disse...

Olá, Regina, tudo bem?
Gostaria de propor uma parceira entre nossos blogs.
Meu banner está aqui: http://essetalmeioambiente.com/?page_id=531

Me confirme que também adiciono o seu lá.
Parabéns pelo trabalho, não conhecia, mas agora vou seguir com certeza.

Para receber nossas atualizações diretamente no seu e-mail, assine: http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=EEsseTalMeioAmbiente&loc=pt_BR

Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...