"Quando se fala na sustentabilidade do planeta Terra, as pequenas mas significativas ações cotidianas de cada um, valem muito mais do que longos e evasivos discursos impregnados de proposituras que raramente são transformadas em realidade". (Prof. Zenobio Eloy Fardin)

terça-feira, 1 de junho de 2010

Impactos ambientais nos manguezais

Os manguezais e as restingas são ecossistemas de "alta produtividade biológica" que estão entre os mais degradados do Brasil.

Manguezal é uma zona úmida, definida como “ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, característico de regiões tropicais e subtropicais, sujeito ao regime das marés” (SCHAEFFER-NOVELLI, Y. Manguezal ecossistema entre a terra e o mar.São Paulo: Caribbean Ecological Research, 1995, p. 7).

Os manguezais são formados por uma série de fisionomias vegetais resistentes ao fluxo das máres- e, portanto, ao sal -, desde árvores e outras espécies arbustivas, passando por bancos de lama e de sal, salinas e pântanos salinos. Entre essas fisionomias estão os apicuns, também chamados de "slagados". Cientificamente são definidos como um ecótono, uma zona de transição, de solo geralmente arenoso, sem cobertura vegetal ou abrigando uma vegetação herbácea. ( Adaptado do artigo de QUARTO, A. Brazil's Shrimp Farm Industry: Not for the Birds. Mangrouve Action Project - MAP )

Segundo o mapeamento realizado pelo MMA em 2009, os manguezais abrangem cerca de 1.225.444 hectares em quase todo o litoral brasileiro, desde o Oiapoque, no Amapá, até a Laguna em Santa Catarina, constituindo zonas de elevada produtividade biológica, uma vez que acolhem representantes de todos os elos da cadeia alimentar. Estão morfologicamente associados a costas de baixa energia ou a áreas estuarinas, lagunares, baías e enseadas que fornecem a proteção necessária ao seu estabelecimento (DIEGUES, A. C. Povos e Águas - Inventário de áreas úmidas brasileiras. 2 ed. São Paulo. Nupaub/USP, 2002. p 15-18.).

Sua localização foi decisiva para explicar essa devastação, isto é, abrangem a faixa costeira, que é a mais populosa do nosso país.

Diversas ações humanas combinadas afetam os manguezais e as restingas, como:
* a expansão urbana desordenada, que polui suas águas e solos;
* o derramamento de petróleo nas refinarias e nos terminais de embarque e desembarque da Petrobrás e nos polos petroquímicos localizados em suas áreas;
* a grande concentração de capitais estaduais pelo litoral, com o lançamento de esgotos e a movimentação de importantes portos;
* pesca predatória, a ocupação irregular do solo e a poluição causada por polos industriais instalados em áreas litorâneas;
* o crescimento da rede hoteleira em decorrência da atividade turística.

Fonte - livro: ALMEIDA, Lucia Marina e RIGOLIN, Tércio Barbosa. Geografia; geografia geral e do Brasil
Fonte - internet: Ministério do Meio Ambiente.
Imagem: Galeria de deltafrut

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...